TUDO ACEITA E NADA MERECE

terça-feira, 24 de abril de 2007

Declaração de princípios do Movimento Anarquista Escória

O paleletismo autotrófico do ego transcendente que se projecta no arquetismo protótipo do antropomorfismo universal.

Apopleticamente digestivo tornar-se-ía gradativamente perene se coisificasse a presunção genital da vivificação etérea que pleuristicamente hebdomina a plurificação ebúrnea da clarividência prosélica.

A hegemonia filantrópica do contorcionismo exacerbado olvidou a biosincrasia que as distorções coniventes rotacionam na petulância da incongruência fleimonosa, obumbrando as catarses dos arquétipos misógenos que gravitam no hiperurânio da boçalidade virtuosa.

2 comentários:

Chico disse...

Concordo, sim senhor!
Não é meu apanágio estar com lamexices, mas apraz-me de sobremaneira ver a Escória na blogosfera!
Ip Ip Urraa!

Joana Nicolau disse...

...Amén!