TUDO ACEITA E NADA MERECE

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Marcha a um fulambó (7)

O queixinhas:

Insulto - indignação gay:
" António Serzedelo ia a passar na rua Visconde Santarém quando ouviu um sonoro «Olha, vai ali um paneleiro». O presidente da Opus Gay olhou à volta e identificou o autor do comentário como um engenheiro da empresa de construção MARPE, numa obra encomendada pela Câmara Municipal de Lisboa (CML). Exigiu um pedido de desculpas e como não as recebeu fez uma queixa do funcionário à MARPE, com conhecimento para a CML. O engenheiro será alvo de um processo de inquérito da empresa. "
Fonte: revista Sábado, N.º 274, de 30.JUL.2009 a 5.AGO.2009, págª 24.


Igualdade:
" Ao mesmo tempo que nas listas do PS ao Parlamento português se encontra um homossexual assumido, com grandes perspectivas de ser eleito, um dirigente da Opus Gay, António Serzedelo, foi na passada semana vilipendiado na via pública por um alto quadro de uma empresa da área da construção civil que presta serviços para a Câmara Municipal de Lisboa. Se acontecem casos com pessoas conhecidas, o que se passará com cidadãos anónimos e fora das grandes cidades? É este o país que temos, infelizmente. "
Fonte: revista Visão, N.º 856, de 30.JUL.2009 a 5.AGO.2009, secção "Correio do Leitor", leitor identificado, págª 10.
Publicada por Ovelha Tresmalhada em 0:24


Confesso não perceber a indignação: Ainda se alguém lhe chamasse machão...

Do Dicionário Morais: Paneleiro, s.m. Aquele que fabrica ou que vende panelas de barro // Diz-se de uma espécie de cabresto // Pederasta passivo.

----------------------------------------------
Descobri que um dos elementos da lista do dr. Costa para as próximas autárquicas é este vilipendiado senhor o qual, aliás, já figurava, no conjunto de apoiantes intelectuais, como activista LGBT. Se esse nome que aparece na lista for o mesmo é caso para dizer que, independentemente dos outros que possam estar escondidos nos famosos armários, em termos de paneleirada, ambas as listas do PS estão empatadas em Lisboa, isto em termos de quotas para o terceiro género.

Lamentavelmente o nosso saudoso Júlio César já está morto há alguns anos. Se assim não fosse, este nosso activista fodilhão, que procurou sempre "comer" toda a fêmea que lhe aparecesse à frente, seria o nosso representnte numa dessas listas.

Ah sim: é que se há quotas para a parte inferior/posterior do tronco, também devia haver para a correspondente inferior/anterior. Ou há moral ou comem todos, enfim, uns comem e outros são comidos.

1 comentário:

Joana Nicolau disse...

Genial como sempre!

Acho que nos vamos divertir muito nestas eleições (em todas elas).

Cá por mim, o meu voto é como o programa do PS em 2005: uma surpresa até à hora do "vamos a ver".